Certa vez assisti uma palestra onde uma noiva fez a seguinte pergunta para um talentoso decorador:

Qual item você priorizaria numa festa de casamento caso o seu orçamento fosse apertado?

Resposta: Um bom DJ e uma boa iluminação!

Pois bem, uma das chaves do sucesso do seu casamento passa pela escolha acertada do profissional que será responsável pela animação dos convidados.

Mesmo que se opte pela contratação de uma banda, MC, saxofonista, violinista, percussionista ou escola de samba, o DJ tem que dar continuidade ao evento. Ele vai estar presente desde a chegada dos primeiros convidados até o final. Os demais fazem uma apresentação de até duas horas.

Sendo assim, é fundamental escolher alguém que tenha um estilo que combine com o seu.

O Dj tem que ser flexível, pois deve agradar a maioria das pessoas, já que numa festa de casamento, ao contrário de um aniversário, geralmente existem convidados de diversas gerações.

Ele tem que estar antenado com os sucessos atuais, mas conhecer também estilos e épocas diferentes.

Na reunião para a seleção do repertório, é fundamental expor as suas preferências (cantores, bandas, DJs produtores, épocas) e os gêneros que você não gosta. O DJ de casamento é como o costureiro que faz o vestido (trilha sonora) sob medida. Devem ser escolhidas as músicas especificas do cerimonial como por exemplo: a entrada do casal, o brinde e corte simbólico do bolo (se for o caso), a abertura da pista e a hora do buquê.

Atualmente alguns noivos, em tom de brincadeira, jogam uma caixa de uísque.

O repertório geral da festa está mais dinâmico, não existe mais uma fórmula que sempre se encaixa.

Tudo é válido!

Seja qual for a sua cabeça, não leve em consideração apenas os orçamentos apresentados, até por que, o mais caro pode não preencher os requisitos necessários para você!

Lembre-se: O DJ executa um trabalho artístico!

Faça uma pesquisa! Deve rolar uma empatia.

Mixa bem, executa boas sequências sem misturar alhos com bugalhos, seleciona versões incríveis, corta as músicas pela metade?

Se não conhece nenhum profissional, peça a opinião do seu cerimonialista, decorador ou fale com alguém que tenha se casado recentemente.

Evite conversar somente através de e-mail ou WhatsApp, pois você não perceberá os detalhes que fazem a diferença.